set
8
2014

Finalmente o vídeo com o discurso completo de Johnny ao homenagear Iggy Pop no “GQ Men of The Year Awards 2014″
Percebe-se que Johnny fez um discurso longo, comparado a outros eventos onde ele economiza ao falar em público, e empenhado em fazer parte deste momento tão importante para um amigo de tantos anos.

Editado
Segue a tradução do discurso, as partes entre parênteses são explicações de alguns termos que não tem sinônimo em portugues:

“Isto é um “roast”? (termo usado informalmente para designar uma cerimônia de tributo geralmente seguida por um banquete na qual o convidado de honra é elogiado e insultado por colegas consecutivamente)
O que é isso? O que está acontecendo? Eu tenho…têm tantas letras que eu poderia escolher, quando você pensa sobre a pessoa que eu estou prestes a trazer para o palco para uma, certamente, merecida saudação.
Mas, passar por todas essas letras é difícil, então aqui está uma que eu escolhi:
‘I’m bored (Estou entediado)/ I’m the chairman of the bored (Eu sou o presidente dos entediados)/ I’m a lengthy monologue, I’m living like a dog, I’m bored.(Eu sou um monólogo, estou vivendo como um cão, estou entediado)’*.
Quero dizer, se você soubesse…f***-se, se você escreveu aquilo, você tinha acabado de fazer, certo? Eu teria fechado a p**** do livro e ido embora. Isso, e pronto. ‘Ótimo, eu escrevi isso, f***-se.”

Apenas dizendo. “Eu escrevi algumas palavras sobre esse cara porque eu o conheço há muitos anos, então…uh…eu tinha que fazer, eu tinha que fazer, você sabe…bom, de qualquer forma isto é orgânico, uh…isto é como: feroz, sereno, selvagem, vil, serpentina, bonito, violento, puro.

São só alguns poucos adjetivos para descrever o homem que inventou o punk rock. Para o homem que confiou seu corpo para multidões imundas diante dele, sacrificando seu coração, seu bem-estar e sua mente para a sua arte. Açoitando-se, rolando no vidro e vomitando suas tripas para criar arte, como nós nunca vimos ou ouvimos antes ou depois. Predador, amável, vicioso, amoroso, selvagem, doce, feroz, solícito, ameaçadoramente inteligente.

Apenas um pouco mais, uma espécie contraditória na natureza. Para descrever o homem que explorou cedo o divino, que aproveitou o anseio primordial, gritando o grito da juventude, rondando o escuro, caçando em ruas sujas. Talvez então, não seja tão surpreendente que esse seja o mesmo homem que já conseguiu com sua banda de Stooges assustar Jim Morrison pra ca***-e impressioná-lo infinitamente – ele era o líder de uma banda chamada The Doors…Eles eram muito bons.
De qualquer forma, isto ja foi faz tempo. A coisa sobre esse homem é que até hoje ele é o mais perto do que nunca se chegou da iguana que inspirou seu nome artístico.
Ainda projetando a urgente eletricidade e o inexplicável senso de perigo, amadurecido, sempre intoxicado (fanged: intoxicado por drogas ou alcool), criança terrível, um dos últimos grandes bastiões de uma época rebelde, da qual estamos sentindo falta. Infelizmente, para todos nós, nós nunca poderemos ser ele, mesmo que muitos de nós tenhamos tentado chegar lá de maneiras específicas, mas nós nunca chegaremos perto de atingir os baixos decadentes e as alturas estelares que este homem tem experimentado.

Então, eu gostaria que vocês se levantassem, por favor, para o meu querido amigo e hoje a noite, ícone do ano pela British GQ, Sr. Iggy Pop.”

*Trecho da música “I’m bored – Iggy Pop

Tradução feita pela Ana Paula com observações da Adriana.

set
2
2014

Nesta terça-feira, 02 de Setembro de 2014, Johnny Depp esteve presente mais uma vez ao GQ Men of The Year Awards, no Royal Opera House, em Londres, Inglaterra.

BwjyJ_hIcAAcfNj

Muito elegante, todo vestido de preto, Johnny entregou o premio de Ícone do Ano ao músico Iggy Pop, vocalista do lendário grupo de rock The Stooges. Johnny é amigo pessoal de Iggy Pop, que já contracenou com o ator em dois filmes, Cry-Baby e Dead Man, além de compor a trilha sonora do filme
dirigido e estrelado por Johnny, O Bravo.

A tradicional revista GQ todos os anos realiza a concorrida cerimônia de entrega dos prêmios aos chamados “homens do ano”, aqueles que mais se destacaram em suas áreas, como melhor ator, escritor, filantropo, design, comediante, protagonista, esportista, etc.

De acordo com a premiação, Iggy continua em sua melhor forma aos 67 anos, e sobreviveu a devastação do estrelato do rock, enquanto muitos foram esmagados e não resistiram.

10639570_719931811377977_2699495339735747650_n1947484_719931801377978_6335138666067290298_n

Mais fotos aqui

ago
8
2014

Johnny é um dos convidados para homenagear Robert De Niro!

Robert De Niro será homenageado pelo The Friars Club. Ele receberá o Entertainment Icon Award (Prêmio Ícone de entretenimento), em um jantar de gala no dia 07 de outubro na cidade de NY no Waldorf Astoria Hotel.

Ele se torna apenas o quinto destinatário do prêmio em 109 anos de história do clube. O prêmio foi dado anteriormente a Tom Cruise, Douglas Fairbanks, Cary Grant e Frank Sinatra.

O artigo lembra ainda que De Niro, é famoso por ser avesso à publicidade e, por vezes propositadamente inarticulado nas entrevistas, mas consegue ser engraçado e comunicativo como foi ao apresentar o Silver Linings Playbook no Hollywood Film Awards 2012.

10576130_775664082484222_2050369363_n

Fonte Via Emma @JDZ

ago
1
2014

Com este comentário de Suzanne Allison Photography, ficamos sabendo que realmente foi Johnny quem projetou a sua guitarra personalizada Duesenberg. Claro que a fábrica teve a idéia e quis homenageá-lo, mas deixou a criação com ele. E ficou linda demais.

“Johnny with the Duesenberg Guitar that he designed!! So beautiful”

Thanks Suzanne Allison!

10431548_513411888792241_5211083946243505748_n

Artigos relacionados:
Mais detalhes sobre esta guitarra você pode ler neste artigo em no nosso Blog —-> JOHNNY DEPP SIGNATURE – Guitarra
Sobre o livro de Suzanne com prefácio de Johnny leia aqui–> “Gimme Shelter” – Celebridades e seus animais de estimação

jul
25
2014

Em 2014, Johnny Depp, em nome da sua gravadora “Infinitum Nihil” produziu e participou da gravação de um novo álbum de seu amigo de longa data Chuck E. Weiss: Red Beans and Weiss. (Mais informações AQUI
O álbum foi lançado em CD com 13 músicas e alguns compactos em vinil.

Surgiu hoje a imagem do vinil daquela linda música Boston Blackie, que eles tocaram juntos no programa do Jimmy Kimmel, este ano.
A faixa “Boston Blackie”, tem a participação de Johnny com o filho, Jack Depp fazendo Backing vocal.

084cec423756

Como ja postamos anteriormente, há outro vinil com música que Johnny participou, este é o segundo. Isto significa que Johnny tende a gravar em vinil suas participações nos álbuns dos amigos, lembrando que ele fez o mesmo no álbum do Ryan Adams.

Vocês podem ouvir AQUI “The Hink-a-Dick” (com Johnny na bateria e backing vocals) e AQUI “Boston Blackie”

jul
22
2014

O Livro de Jonathan Shaw, NARCISA – OUR LADY OF ASHES revisado em inglês está em pré-venda. O livro escrito no Brasil, tem o prefácio de Johnny Depp.

Jonathan Shaw, via FB:
EXCELLENT NEWS! HarperCollins is now taking pre-orders for the new, revised US edition of NARCISA, coming to a bookstore near you in early 2015. Paperback, $14.39 Kindle, $10.99
Pre-order your copy at the link below: amazon.com

“A editora HarpperCollins está fazendo a pré-venda do novo livro com edição revisada em inglês de NARCISA. Chegando até você na livraria mais próxima no começo de 2015.”

narcisa

NARCISA – OUR LADY OF ASHES foi publicado em 2008 nos EUA, e foi um grande sucesso. O livro foi revisado e ampliado por Jonathan. Foi lançado este ano na França e agora está sendo lançado nos EUA. Segundo JS, ele está fazendo uma tradução em conjunto com a poetisa brasileira, Talita Cassanelli e o livro terá sua edição em português. Estamos esperando ansiosamente.

No prefácio do livro de Jonathan, Johnny diz:

Finalmente, depois de vinte anos de bajulação, adulação, debates, e básicas alfinetadas da minha parte, meu velho salafrário irmão, Jonathan Shaw pôs sua caneta no papel, arrastando e fatigando-se de virulentas e violentas alucinações de seu maldito cérebro. Esperei muito por isso.

Então, seja quem for você, acredite em mim. Se você não o conhecia antes, agora vai conhecer. Se você não queria conhecer, azar seu. Uma vez que ele entra na sua mente, ele fica.
As palavras de Jonathan Shaw, o trabalho, a vida, as vidas, as mortes, os esbravejos, a raiva, a alegria fica entre os melhores da arte moderna.

Se Hubert Selby Jr., Charles Bukowski, Ernest Hemingway, Jack Kerouac, William Burroughs, Neil Cassady, Dr. Hunter S.Thompson, O Marquês de Sade, Antonio Carlos Jobim, João Gilberto, Edward Teach, Charley Parker, Iggy Pop, Louis-Ferdinand Celine, R. Crumb, Robert Williams, Joe Coleman, Dashiell Hammett, E.M. Cioran e todos os Três Patetas tivessem se envolvido em uma oleosa, vergonhosa, maldosa orgia de puteiro, Jonathan Shawn seria, certamente, sua diabólica, reprovada criação.

Como não foi publicado no Brasil ainda, infelizmente ainda não tivemos a oportunidade de ler, mas baseando-se em análises coletadas nas pesquisas, podemos dizer que é um romance ambientado na bela e perigosa selva urbana do Rio de Janeiro. O narrador “Cigano”; relata seu caso de amor com Narcisa, uma prostituta jovem, viciada em drogas, envolvida com roubos e violência. Uma jovem inteligente, manipuladora, carismática e insana. Suas aventuras são narradas com detalhes hilariantes e trágicos, com muita adrenalina, toxicodependência, sexo compulsivo e amor incondicional. Escrito em um estilo assustadoramente voyeurista, os personagens inesquecíveis de Shaw transitam nas favelas e cortiços do Rio. Trata-se do vício de uma pessoa pela outra que normalmente se chama de “amor”, mas muitas pessoas não vão considerar este livro uma história de amor. Inspirado em fatos reais, com personagens fictícios, Narcisa se tornou um clássico cult. Em Narcisa, encontra-se o mesmo perfil de pessoas e experiências dos quais a maioria da sociedade se afasta ou, faz vista grossa, que encontramos na literatura Beat e de Bukowski.

Para saber mais sobre Jonathan clique AQUI.

jul
17
2014

Nesta noite (16/07/14) no Centro Xfinity em Mansfield, MA, nas proximidades de Boston, os Bad Boys juntaram-se a um convidado muito especial.
Ator Johnny Depp subiu ao palco com o Aerosmith para executar “Train Kept a Rollin”
Em 2012, o vocalista do Aerosmith, Steven Tyler e o guitarrista Joe Perry apresentaram Depp no Prêmio A Geração no MTV Movie Awards.
Depp então celebrou através de uma performance no palco com The Black Keys.
Aerosmith está atualmente em turnê norte-americana no Let Rock Rule Tour com Slash. A turnê termina no Open Hearth Park, em Sydney, NE em 12 de setembro.

Fonte/Source
Na imagem, Johnny antes do show, com sua noiva Amber Heard.

rock

Galeria de Fotos
Assista um vídeo da apresentação:

jul
7
2014

Mais informações sobre o clipe, Neste post!


Bastidores:
paule johnny

Page 1 of 3912345...102030...Last »