ago
11
2013

Johnny esteve em Londres desde a première de “O Cavaleiro Solitário”.
Neste período ele deu algumas entrevistas para a TV e rádio.
Temos aqui dois áudios onde ele faz comentários importantes sobre a crítica ao filme “The Lone Ranger” e também sobre como fundamentou o personagem “Tonto”.
Ouça os dois áudios clicando Aqui e Aqui.

Tradução feita pela Adriana:
Críticas negativas ao “Cavaleiro Solitário” foram injustas.
Primeiro áudio:

Estas pessoas que escrevem estas críticas, eles nos “quebraram” muitos meses antes do filme estar pronto, entende, logo que eles começaram a ouvir sobre a quantia do orçamento ou o que seja, eles escreveram estas criticas, digo, tiveram estas opiniões negativas, esta parte não me surpreende. O que me surpreende é que há uma mentalidade de modinha que a imprensa segue que é um tipo de assassínio e eu achei que foi injusto, mas em minha opinião se a representação de Tonto, a minha representação de Tonto atingir 15 garotos em varias reservas pela America do Norte para que eles se interessem em sua cultura, tentem manter sua língua viva, por que sua língua esta desaparecendo e que os jovens percebam que eles são guerreiros e de sua origem, se eu conseguir que cinco garotos percebam isto, por que eu me importaria com a critica de alguém?

Segundo áudio:
Entrevista para a rádio BBC Johnny comenta sobre a parte engraçada de Tonto.

JD: Assistindo Buster Keaton, assistindo Charlie Chaplin, assistindo Lon Chaney Sr., esta foi minha faculdade, sabe, eu estudei estes caras como…como um louco, então sim, Keaton era… Tonto era um homem de poucas palavras e Keaton e todo aquele tipo de linguagem corporal foi um elemento muito importante.

Entrevistador: E também com os nativos norte americanos, eles tem uma ideia de o palhaço ser o paria da sociedade, era isto que você estava especificamente interessado também, digo isto é parte da sua cultura do seu gene…

JD: Quando você passa um tempo com os nativos, com os povos indígenas, em qualquer lugar há um humor maravilhoso, digo há um humor maravilhoso e um tipo de casamento com sua cultura que os teimosos, os anciãos se prendem, um tipo de senso de humor seco quase britânico… Que eu achei que seria apropriado… Sim, tem a ver que todos tem seu show especifico dentro da comunidade ou da tribo e a risada é uma grande parte disto…

Johnny está em Londres fazendo ensaios de canto para seu próximo filme, o musical “Into The Woods” com Meryl Streep. As gravações do filme começam em setembro. Leia mais sobre este filme Aqui.

3 Responses to “JD – Entrevistas para rádios em Londres”

  1. Wish I could read and understand it all……..love and admire Johnny Depp

  2. Concordo completamente sobre as criticas..
    E adorei oque ele fala sobre o Tonto e sobre os índios
    Obrigada pela tradução Adriana!

  3. Obrigada Dri!É um prazer enorme ouvir o artista falando sobre sua criação! Além da objetividade e clareza de pensamento em relação às críticas absurdas.