set
19
2014

Veja Johnny Depp fazendo um solo choroso em “Mother” de Danzig com Ryan Adams

O ator também tocou a original “Kim” de Adams como parte do “bis” da noite.

Johnny Depp recebeu um empolgante coro de “Johnny! Johnny! Johnny!” na última quinta-feira depois de fazer uma aparição surpresa no concerto de Ryan Adams em Londres onde eles tocaram “Mother”, de Danzig, como música “bis”.

No O2 Shepherd’s Bush Empire, local com uma capacidade para 2.000 pessoas, o ator usou o seu costumeiro chapéu de abas largas para a ocasião e optou por tocar sua própria guitarra chorosa, no estilo blues, ao invés do “pirotécnico” solo original. Depp também ficou por perto para fechar o show, tocando guitarra na canção de amor não correspondido, “Kim”, do recém-lançado álbum de Ryam Adams.

RALondres103

Depp tem estado particularmente ocupado no reino musical nos últimos anos. No início deste mês, ele esteve em um vídeo de uma “jam” de blues de meia hora com Paul McCartney. Um mês antes disso, ele sentou-se com Elvis Costello para tocar guitarra na música “Kansas City” durante as sessões de “Lost on the River: The New Basement Tapes”, uma coleção de letras inéditas que Bob Dylan escreveu ao fazer seu lendário “Basement Tapes”. E em Junho, Depp se juntou ao Aerosmith nos palcos para tocar outro solo de blues no seu cover de “Train Kept-a-Rollin”.

Ao longo dos últimos anos, Depp se juntou a Willie Nelson, the Black Keys, Alice Cooper e Marilyn Manson para tocar guitarra.

Adams também tem estado ocupado ultimamente. Além de trabalhar em seu novo álbum, o cantor e compositor produziu sessões para a “Fall Out Boy” e “Jenny Lewis”. Ele também esteve colaborando com alguns atores, outros além de Depp, elaborando “Mistress of the Dark”, Elvira, para o seu vídeo “Gimme Something Good” e os comediantes Garry Shandling e Jeff Garlin em vídeos promocionais.


Fonte:
Rolling Stone

Thanks apaula88 do forum DeppLovers pela tradução

set
19
2014

Conforme anunciamos no post anterior, Johnny esteve ontem no show de Ryan Adams.
O novo álbum de Ryan, tem participação de Johnny em várias músicas, então este show não foi apenas uma visita de amigos, ele realmente faz parte do trabalho.
Johnny Depp tem participação na guitarra e vocais de apoio em um par de faixas (“Kim”, “Feels Like Fire”)
Segundo o The Wall Street Journal, “Kim”, é uma faixa surpreendentemente emotiva (com um certo Johnny Depp demonstrando um trabalho de guitarra impressionante) E é o que podemos ver neste primeiro vídeo:


Confira as fotos na Galeria –> Johnny e Ryan Adams no 02 Shepherd’s Bush Empire em Londres 18/09/2014

set
18
2014

Johnny Depp acaba de realizar participação especial tocando guitarra ao final do show de Ryan Adams.
O show acontece no O2 Shepherd’s Bush Empire, em Londres, onde o músico se apresenta nos dias 18 e 19 de setembro.

Bx2TMHGCMAATXqN

A parceria de Johnny com Ryan já resultou em sua participação em várias faixas do novo álbum recentemente lançado por Ryan. E agora é coroada com esta apresentação ao vivo.

Confira outras imagens neste álbum na Galeria –> Johnny e Ryan Adams no 02 Shepherd’s Bush Empire em Londres 18/09/2014

set
14
2014

O Depplovers estará completando 11 anos no próximo dia 10 de outubro! E no mesmo dia o Blog que é parte integrante do Site Depplovers, estará completando seus 04 anos!!!
Comemore conosco e tenha algo seu publicado no Blog e no facebook do DL! O que você precisa fazer é criar um desenho, um vídeo, ou um wallpaper.

Os primeiros colocados receberão um brinde. Clique AQUI para obter todas as informações.

11anossss

set
14
2014

Aplicativo DeppLovers

Escrito por Salete · 0 Comentários
Arquivado em Site

Temos novidades!!! O aplicativo para acessar o DL poderá ser baixado gratuitamente para os usuários que possuem aparelhos compatíveis com Androids.
Baixando através do link http://h.fanapp.mobi/dl_brasil o usuário receberá as atualizações da Home do DL automaticamente e poderá acessar o site e todos os outros recursos do DL como o Blog, Face através do aplicativo.

Porém, para os usuários que possuem aparelhos compatíveis com o sistema IOS, este aplicativo é indisponível.

O motivo da indisponibilidade é que o aplicativo na Apple Store tem um custo monetário o que não é viável ao Depplovers, pois nosso site não possui fins lucrativos.

Outras considerações para melhor entendimento:

Quem tem Ipad, IOS então só vê como pagina normal mesmo. Quem tem Android: Samsung, Motorola, etc… vê como Aplicativo.
Então para quem tem Apple: Iphone, Ipad etc. não serve como App, ou seja, não tem vantagem alguma.

Saiba como instalar o aplicativo clicando NESTE LINK

set
11
2014

O ator Justin Long, protagonista de “Tusk”, em entrevista ao Huffington Post, falou entre outras coisas, como foi a participação de Johnny Depp no filme, e como foi trabalhar com ele.

justin_long

Disse que Kevin Smith alertou o elenco de seu novo filme “Tusk” para não ser surpreendido por duras críticas, mas isso não impediu que o amigo do diretor, Johnny Depp, aceitasse fazer uma participação especial no projeto, e que os fãs de Johnny podem esperar para vê-lo em futuros filmes de Kevin Smith.

A filha de Depp e a filha de Kevin Smith são amigas desde que eram crianças, e por isso ele acredita que Johnny disse sim, explicou. A princípio Johnny não sabia se ele iria poder conciliar com sua agenda, mas ele veio e filmou por dois dias, e foi surpreendentemente bom! Para surpresa, a versatilidade de Depp brilhou mesmo em seu pequeno papel.
“Ele tem um que de brincadeira,” Long lembrou. “Ele tem um capricho que ele meio que exorciza, e está totalmente à mostra neste filme. Se você gosta do antigo, peculiar, estranho Johnny Depp, então você vai adorar isso.”

Mas a mega-estrela nunca foi uma diva, Long observou. A equipe não sentiu qualquer alteração com a chegada dele.

“É uma prova de como Johnny é simples e estranhamente normal, ele faz com que tudo continue o mesmo”, disse ele. “Havia muito mais emoção ao longo de toda a equipe, obviamente … mas ele é tão desarmante terra-a-terra. Ele diz apenas: ” Oi, eu sou John. Prazer em conhecê-lo.” Frases curtas “.

Veja esta parte da entrevista no vídeo
aqui

set
8
2014

Finalmente o vídeo com o discurso completo de Johnny ao homenagear Iggy Pop no “GQ Men of The Year Awards 2014″
Percebe-se que Johnny fez um discurso longo, comparado a outros eventos onde ele economiza ao falar em público, e empenhado em fazer parte deste momento tão importante para um amigo de tantos anos.

Editado
Segue a tradução do discurso, as partes entre parênteses são explicações de alguns termos que não tem sinônimo em portugues:

“Isto é um “roast”? (termo usado informalmente para designar uma cerimônia de tributo geralmente seguida por um banquete na qual o convidado de honra é elogiado e insultado por colegas consecutivamente)
O que é isso? O que está acontecendo? Eu tenho…têm tantas letras que eu poderia escolher, quando você pensa sobre a pessoa que eu estou prestes a trazer para o palco para uma, certamente, merecida saudação.
Mas, passar por todas essas letras é difícil, então aqui está uma que eu escolhi:
‘I’m bored (Estou entediado)/ I’m the chairman of the bored (Eu sou o presidente dos entediados)/ I’m a lengthy monologue, I’m living like a dog, I’m bored.(Eu sou um monólogo, estou vivendo como um cão, estou entediado)’*.
Quero dizer, se você soubesse…f***-se, se você escreveu aquilo, você tinha acabado de fazer, certo? Eu teria fechado a p**** do livro e ido embora. Isso, e pronto. ‘Ótimo, eu escrevi isso, f***-se.”

Apenas dizendo. “Eu escrevi algumas palavras sobre esse cara porque eu o conheço há muitos anos, então…uh…eu tinha que fazer, eu tinha que fazer, você sabe…bom, de qualquer forma isto é orgânico, uh…isto é como: feroz, sereno, selvagem, vil, serpentina, bonito, violento, puro.

São só alguns poucos adjetivos para descrever o homem que inventou o punk rock. Para o homem que confiou seu corpo para multidões imundas diante dele, sacrificando seu coração, seu bem-estar e sua mente para a sua arte. Açoitando-se, rolando no vidro e vomitando suas tripas para criar arte, como nós nunca vimos ou ouvimos antes ou depois. Predador, amável, vicioso, amoroso, selvagem, doce, feroz, solícito, ameaçadoramente inteligente.

Apenas um pouco mais, uma espécie contraditória na natureza. Para descrever o homem que explorou cedo o divino, que aproveitou o anseio primordial, gritando o grito da juventude, rondando o escuro, caçando em ruas sujas. Talvez então, não seja tão surpreendente que esse seja o mesmo homem que já conseguiu com sua banda de Stooges assustar Jim Morrison pra ca***-e impressioná-lo infinitamente – ele era o líder de uma banda chamada The Doors…Eles eram muito bons.
De qualquer forma, isto ja foi faz tempo. A coisa sobre esse homem é que até hoje ele é o mais perto do que nunca se chegou da iguana que inspirou seu nome artístico.
Ainda projetando a urgente eletricidade e o inexplicável senso de perigo, amadurecido, sempre intoxicado (fanged: intoxicado por drogas ou alcool), criança terrível, um dos últimos grandes bastiões de uma época rebelde, da qual estamos sentindo falta. Infelizmente, para todos nós, nós nunca poderemos ser ele, mesmo que muitos de nós tenhamos tentado chegar lá de maneiras específicas, mas nós nunca chegaremos perto de atingir os baixos decadentes e as alturas estelares que este homem tem experimentado.

Então, eu gostaria que vocês se levantassem, por favor, para o meu querido amigo e hoje a noite, ícone do ano pela British GQ, Sr. Iggy Pop.”

*Trecho da música “I’m bored – Iggy Pop

Tradução feita pela Ana Paula com observações da Adriana.

set
8
2014

O novo filme de Kevin Smith, “Tusk”, que conta com uma participação especial de Johnny Depp e sua filha, Lily-Rose Melody Depp, acaba de estrear no TIFF (Toronto International Film Festival- Canadá), com grande sucesso de crítica e público. Na sessão de estreia, toda a plateia portava uma máscara de morsa, em mais uma das brincadeiras e irreverências de Kevin!

10264654_561226264006155_5608797622679528847_n

A crítica do Yahoo Movies diz: ” Revoltante, assustador, terrível e fascinante!! Amparado por um elenco fantástico, o filme consegue, como um thriller raro, oferecer coisas que você não tenha visto antes”!

E o HITFIX, traz um comentário de Drew McWeeny, conceituado crítico, muito interessante sobre a atuação de Johnny!

“Houve um momento no filme em que o personagem apareceu pela primeira vez, a meio caminho, e ele começa a falar com Teddy e Ally sobre seu tempo perseguindo um serial killer que sempre amputa as pernas de suas vítimas abaixo do joelho. A partir do segundo que você vê-lo, ele está, obviamente, usando um nariz falso perturbador de algum tipo. Levei cerca de um minuto e meio para perceber que era Johnny Depp que estava falando. Eles realmente não tenho saído de sua maneira de esconder sua aparência, apesar de tudo. O make-up que ele está usando é mais boba do que transformadora, e seu desempenho é tão flat-out ridículo quanto qualquer coisa que ele já fez. Ele está tendo uma explosão no filme, se ele está comendo a mais grosseira refeição de fast-food que eu já vi em um filme há algum tempo para que a cena que eu mencionei antes, onde ele e Michael Parks falam sobre aranhas pardas solitárias e faltas de jogadores de hóquei. Ele também faz uma cena com Lily-Rose Depp, sua própria filha, e Harley Quinn Smith, e é bastante claro a partir da cena por que Smith e Depp iriam querer fazer algo mais unindo as duas meninas como estes mesmos personagens em um novo trabalho. Eu derramei uma boa quantidade de tinta em alguns dos mais nocivos dos principais filmes de Depp, como “Alice no País das Maravilhas” ou “The Tourist”, mas este é o Depp que eu gosto. Realmente estranho. Despreocupado com olhar fresco. Quando você for assistir ao filme, fique até o final dos créditos, porque Guy LaPointe tem um momento final que me fez rir, também.”

Lembrando que Johnny tem uma participação pequena, como Guy Lapointe, um investigador canadense de ascendência francesa, encarregado de investigar o estranho caso em que uma pessoa se transforma em uma criatura com barbatanas, cauda e dentes.

Veja matéria aqui!

Page 3 of 39712345...102030...Last »