As incontáveis verdades sobre Johnny Depp

Elizabeth Fickenscher resumiu algumas verdades sobre o Johnny para o site Looper.com LINK

Tradução: Mayla L. Caldeira/DeppLovers

Ao longo de uma carreira que se estende por mais de 30 anos, Johnny Depp interpretou alguns personagens bastante estranhos, em parte por causa da sua contínua colaboração com o diretor Tim Burton e em parte por ele simplesmente marchar por ritmo diferente de um baterista (ou talvez seja um instrumento do qual nunca ouvimos falar antes).

Apesar dele ter um relacionamento torturante com a fama, ele é um mestre em sua profissão e uma pessoa extremamente interessante. E mesmo depois de todos esses anos no centro das atenções, ainda há “incontáveis” fatos sobre o enigmático ator e músico.

ELE É APAIXONADO PELA LIBERDADE DE EXPRESSÃO NAS ARTES

Junto com vários outros socialmente conscientes artistas, Depp participou da campanha “Prisoned for Art” do Projeto Voz. Um grupo de defesa para o aumento de conscientização sobre artistas presos e apoia a liberdade de expressão. Peter Gabriel, Nadya Tolokonnikova (de Pussy Riot) e Tom Morello (anteriormente Rage Against the Machine e Audioslave) foram alguns dos outros ativistas que se juntaram a Depp, para retratar artistas que foram presos injustamente. Cada um aparecendo em retratos expressando-se em uma pessoa real , t-shirts foram feitas a partir de cada foto. Depp retratou Oleg Sentsov, um cineasta ucraniano que cumpre uma pena de 20 anos na Rússia.

O Projeto Voice afirma que Sentsov foi preso por protestar contra a tomada de posse da Criméia pela Rússia em 2014. Sentsov nasceu em Simferopol, a maior cidade da Criméia, por seu protesto ele foi condenado a prisão e possivelmente torturado. O embaixador da Ucrânia no Reino Unido twittou a foto da imagem falsa de Depp com a hashtag #FreeSentsov. Sentsov está cumprindo sua sentença no leste da Sibéria, onde é provável que ele não esteja recebendo nenhuma mensagem, mostrando uma situação preocupante que só ressalta a importância do Projeto.

ELE NÃO É UM FÃ DA ATUAL ADMINISTRAÇÃO

Depp não é um fã do presidente Trump e não era mesmo antes de ele ser nomeado para o cargo. Na verdade, o ator colocou uma peruca loira morango e um rosto cheio de próteses para interpretá-lo em um filme de 50 minutos Funny or Die, chamado The Art of the Deal (baseado no livro Trump com o mesmo nome).
De acordo com uma entrevista para a Ellen Degeneres, os cineastas simplesmente pediram para Depp interpretar o Trump e ele disse sim. Eles gravaram as cenas do Depp em quatro dias por causa da agenda do ator. O filme foi postado na manhã em que Trump ganhou a primária de New Hampshire. A premissa é que o filme foi feito nos anos 80, mas foi antecipado por um jogo de futebol e trancado em um cofre por anos.

Mas retratar o futuro presidente não foi o fim das críticas de Depp, em uma conversa na ASU chamada “Finding Creativity in the Madness”, entre as intuições de Depp sobre o processo criativo do projeto Origins Project, conduzido pelo astrofísico Lawrence Krauss, ele disse que Trump era um “pirralho” e um valentão. Ele fez uma impressão de Trump para os alunos, uma que ele indicou estar disposto a repetir quando se ofereceu para assumir os deveres de representação de Trump do Alec Baldwin no Saturday Night Live.

ELE TEM UM PONTO FRACO PARA CRIANÇAS

Em uma emotiva entrevista no programa The Graham Norton Show, Norton perguntou para Depp como era levar presentes do Jack Sparrow para crianças, já que ele é bem conhecido por suas visita em hospitais e escolas infantis vestido com o seu popular personagem Piratas do Caribe. Depp revelou suas lutas pessoais com a doença de sua filha, disse para Norton que ele era o único que realmente recebeu um presente dessas visitas, que ser capaz de “trazer um sorriso ou uma risadinha era tudo”.

A visita de Depp (juntamente com Stephen Graham) ao Hospital Infantil Lady Cliento, em Brisbane na Austrália, em julho de 2015, durou três horas. Ele visitou a Greenwich School em Londres depois que Beatrice, de nove anos, enviou uma carta solicitando lições de pirataria. Parece que Depp sente uma forte afinidade por seu personagem Capitão Jack e tem um enorme ponto fraco para seus fãs mirins.

A ÚLTIMA COISA QUE ELE QUER É SER ELE MESMO

Jezebel depois de postar uma entrevista de The Today Show com Depp e Joel Edgerton, opinou que Depp já nem sabia seu próprio sotaque. Embora tenha sido desafiador dominar o sotaque ultra-Boston para interpretar Whitey Bulger, Depp sempre foi um pouco peculiar ao falar em entrevistas. Ele tende a fala como britânico, como o sotaque de Boston, ou Hatterish ou o que quer que ele queira. Mas considerando que na mesma entrevista, ele realmente disse :”a última coisa que eu quero olhar é como eu”. Pode haver mais do que uma confusão de sotaque em jogo.

Na discussão do Projeto Origins ASU, Depp falou sobre uma conversa que ele teve uma vez com seu mentor, Marlon Brando. Quando Depp disse paraa Brando que estava fazendo dois ou três filmes por ano, Brando lhe falou que era demais. De acordo com Depp, Brando argumentou que “só temos alguns rostos no bolso”. Embora ele insiste que ele ainda não tem escassez de “rostos”, na mesma entrevista, ele disse que se tornou um ator por engano e ainda não tinha certeza se era a decisão certa.

COMEÇOU POR CAUSA DO NICOLAS CAGE… OU FOI ELE QUE FEZ?

A rede Biography afirmou que a primeira esposa de Depp, a maquiadora Lori Allison, apresentou Depp ao seu ex-namorado, um ator chamado Nicolas Cage. Cage viu algo em Depp e abriu algumas portas cruciais no início da carreira do ator. Depp contou a história de maneira diferente, lembrando que alguém lhe falou: “Por que você não vai encontrar um agente, meu agente está com Nicolas Cage … ela me enviou em uma audição para alguma coisa e eu consegui”.

Em outra entrevista em 1988, Depp lembra que “um amigo” o apresentou para Cage, e ele achava que Depp deveria dar uma chance e tentar. Uma foto de 1988, publicada pela GQ, mostra que os dois definitivamente se conheciam na época e reforçam a história sobre a esposa de Depp ser responsável pela introdução.

FOI O INSTRUMENTO QUE LEVOU GILBERT GRAPE PARA OS CINEMAS

Gilbert Grape – Aprendiz de sonhador, filme de 1993, que lançou a carreira do jovem Leonardo DiCaprio e unindo Depp e Juliette Lewis em tela, tornou-se um clássico cult. Mas poderia não ter sido filmado se não fosse a namorada de Depp na época, Winona Ryder. Ela leu o romance de Peter Hedges e fez com que Depp ler. Ele sentiu que era um Catcher moderno e se identificou fortemente com Gilbert, um jovem preso em uma pequena cidade e selado com responsabilidades familiares.

Depp conversou com o diretor Lasse Hallström sobre o livro e os dois concordaram em trabalhar no filme antes mesmo de existir um roteir. Hallström alistou o autor Hedges para trabalhar no roteiro e o resto é história.

ELE ESTÁ EM UMA BANDA DE ESTRELAS

Depp não se mudou para a Califórnia em 1983 para tentar ser ator, ele estava em uma banda, The Kids, que tiveram muito sucesso na cidade Miramar, na Flórida. Depp realmente deixou o colégio por causa da banda e eles abriram shows para Talking Heads, o Pretenders, os Ramones. Depois que a banda se separou ele foi para a atuação, mas Depp nunca se esqueceu de seu amor pela música e estava em uma banda glam chamada Rock City Angels, antes de aterrissar em seu papel como Tom Hanson em 21 Jump Street. Depp, mais tarde, começou a banda P com Butthole Surfers líder Gibby Haynes. Embora rompessem rapidamente, ele permanecia musicalmente ativo. Recentemente, ele esteve em uma banda chamada Hollywood Vampires ao lado de Alice Cooper, o guitarrista do Aerosmith Joe Perry e Guns N ‘Roses veste Duff McKagan e Matt Sorum. Os membros dizem que todos tiveram pinceladas com a morte, e Depp em particular parece sentir-se feliz em fazer parte da colaboração. Um álbum auto-intitulado foi lançado em 2015.

ELE TEM PROBLEMAS DE VISÃO

Ninguém é perfeito. Depp contou para a Rolling Stone que ele enfrentou problemas na visão ao longo de sua vida. “Tudo está muito, muito desfocado”, explicou. “Eu nunca tive a visão apropriada.” Essencialmente cego em seu olho esquerdo, ele só é capaz de ver (naquele olho) “alguns centímetros de distância de seu rosto.”

Sem surpresa, Depp admite que não consegue ver filmes em 3D. Ele diz que “tem um olho estranho”. A Neurologista Margaret Livingston suspeita que Depp pode ter estereofonia.

ELE ESTÁ NOS TRILHOS COM SUA CARREIRA

Depp enfrentou uma confusão em seu divórcio, problemas de dinheiro e ações judiciais… mas ele está de volta ao trabalho e trabalhando duro. Ele voltou para o quinto filme da franquia Piratas do Caribe em 2017 e alinhou uma série de projetos que incluíram The Libertine* e Murder no Orient Express. Este último é o clássico de Agatha Christie. Ainda há muito a vir deste ator e músico complicado e talentoso. Mal podemos esperar para ver que rosto ele tentará em seguida.

Nota DeppLovers:

*The Libertine foi cancelado.
Outros filmes estão confirmados:
Animais Fantásticos e Onde Habitam 2 (2018)
Sherlock Gnomes 2018(Pré-produção)
LAbyrinth 2017 (Pós-produção)
Assassinato no Expresso Oriente 2017 (Ppós-Produção)
Homem Invisivel (Pré-Produção)

One thought on “As incontáveis verdades sobre Johnny Depp

  1. Rosa Maria disse:

    Informações ponderadas e verdadeiras sobre Johnny são sempre bem vindas, e vão nos ajudando a conhecer mais um pouquinho sobre ele. Obrigada meninas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

«
»