Olhos que falam mais do que palavras

Conheci computadores quando estava saindo do ensino médio, logo que tive contato com esse mundo de internet a febre era ter um perfil no Orkut, lembro que um amigo criou um para mim.

Lá as primeiras comunidades que procurei foram sobre Johnny e navegando por uma que já nem lembro o nome, encontrei um comentário mais ou menos assim “Porque choram os homens é o pior filme dele, ele nem fala” ler algo do tipo me impactou um pouco.

Eu tinha acabado de conseguir esse filme, ele foi o terceiro da minha coleção que hoje já passa de vinte (e ainda faltam muitos), e me marcou bastante, pois Johnny era um cigano. Johnny não interpretava um cigano, não! Mais do que isso, ele se tornou um cigano, não seguindo aquela ideia alegre e feliz e comunicativa, que sim temos mas não sempre.

pqcoh2

Cesar tinha algo diferente, uma coisa que nós ciganos guardamos desde pequenos. Ciganos falam pelo olhar, é com os olhos que transmitimos o que sentimos e por eles nos entendemos uns com os outros, não é preciso muitas palavras quando a alma é verdadeira, os olhos interpretam suas vontades.

E no filme eu vi isso, não só em Johnny, mas em toda uma mesa que por um acaso era constituída de ciganos legítimos, e ali naquele circulo não era possível diferenciá-lo, ele tinha o mesmo jeito de olhar, de andar, e principalmente o jeito de falar, fosse com os olhos ou com palavras.

pqcoh1

Read More