Johnny e seu amor por “Withnail and I”

Todas as pessoas que gostam de cinema têm seus filmes favoritos, é normal. Muitas sabem de cor as falas desses filmes, é normal. Mas e quando você consegue ganhar o roteiro original do seu filme favorito? E quando você consegue que o diretor do seu filme favorito venha dirigir o filme que você prometeu ao seu amigo que faria? E por acaso esse amigo fosse Hunter S.Thompson?

Só uma pessoa no mundo! Johnny Depp!

Sim, o filme “Withnail and I” (no Brasil recebeu o título de “Os desajustados”) é um dos filmes prediletos de Johnny. Naquela já histórica Coleção Essencial que ele elencou para a EW em 2009, ele repetia uma das frases do filme, dizendo:

Vamos lá rapazes, vamos chegar em casa, o céu está começando a escurecer e seremos forçados a acampar! Eu tenho um bastardo por trás dos olhos. Posso continuar? Nenhum outro filme tem suas falas tão citadas ou tem inspirado tanta fidelidade na cultura Cult. Provavelmente o mais engraçado que eu já vi! Bruce Robinson. Aqui está outro gênio. Literalmente um dos meus três filmes favoritos de todos os tempos.

withnail-and-i-poster

A história do filme se passa em Londres, 1969, com dois atores desempregados e desesperados, Withnail e Marwood (na verdade, ficamos sabendo que ele se chama Marwood nos créditos, pois ele é apenas “I”, durante todo o filme), passando fome, entre úmidas e frias pilhas de louça suja, num apartamento imundo, com traficantes loucos e irlandeses psicóticos. Eles então decidem deixar seu esquálido apartamento no Camden e passar umas férias idílicas na zona rural, no chalé do tio de Withnail, Monty. Mas quando chegam lá, chove sem parar, não há comida, e suas habilidades básicas de sobrevivência se mostram insuficientes. E tudo piora com a chegada do tio Monty, homossexual, e que se mostra interessado em Marwood, para seu desespero.

Read More

Johnny Depp: Anos de prática!

Johnny Depp, sempre muito espirituoso e rápido em suas respostas, não deixou por menos nesta entrevista, por ocasião da divulgação do filme “The Rum Diary” (Diário de um Jornalista Bêbado) em 2011.
O repórter, referindo-se à cena de amor com Amber Heard no filme, perguntou como ele conseguiu abrir o sutiã assim tão rápido como um click nos dedos. “Eu quero saber! Ensina-me!”
E a resposta:

Oh! O abrir do sutiã.
Bem, é uma espécie de dom inato, eu acho.
Requer muita prática, muita prática.

Gifs Source: dreamofdepp.tumblr.com

Resultado da promoção ganhe um Poster!

Já temos os vencedores da Promoção Ganhe um Poster que lançamos no dia 25.

São elas:

Jaquee

Morisa

Andressa Caroline

As vencedoras serão contactadas via email. Caso não respondam em até 48h, passaremos o prêmio para o segundo lugar e assim sucessivamente.

Todas as respostas já estão liberadas no próprio post da promoção.
Obrigada pela participação e em breve, muito breve, teremos mais novidades desse tipo.

As respostas do quiz:Read More

Mais um Deppencontro das Depplovers!

Mais um Deppencontro realizou-se neste fim de semana em SP. As Depplovers não se contentam em assistir uma estréia normalmente como as outras pessoas em suas cidades. Elas tem que estar juntas.
Assistir Johnny na telona com outras fans é indescritível.
A energia, os olhares, os suspiros, os micos são particulares.
Só nossos. Nós nos entendemos. Nós nos justificamos. Nós nos tornamos normais dentro de nossa anormalidade.

Fãs de várias faixas etárias de Belo Horizonte e São Paulo, juntaram-se novamente numa estréia, desta vez para assistir Diário de um Jornalista Bêbado.
Desta vez eram as meninas do fórum, pois a equipe do DL não pôde comparecer, elas estarão no próximo, daqui ha dois meses.

Nas fotos podemos perceber a alegria, de reencontrar amigas queridas e conhecer outras que ha tempos trocam mensagens virtuais.
Elas compartilham das mesmas alegrias e emoções de cada notícia que postamos no site e fórum, e de repente tornam-se de carne e osso.

São amizades verdadeiras, sem quaisquer interesses que não seja Johnny Depp e toda a bagagem que ele agrega e passando a modificar as vidas de todas.
Através dele, muitas delas passaram a ler grandes obras, conhecer escritores famosos, tocam guitarra, conhecem músicos ícônicos. Além disso, seu mundo ampliou seguindo Johnny em suas viagens, locações de filmes, seu jeito livre de ser e pensar, seu respeito pelas pessoas, sua tendência a homenagear grandes personalidades do cinemas e artes em geral em seus filmes.
Johnny é muito especial. E suas fãs também.

Eu ainda não assisti o filme. Na minha cidade não passou e ainda reluto a assistir no computador. Mas nem estou desesperada. Acompanho as gravações e todo o trabalho dele neste filme desde 2009, ví muitas imagens, lí todas as entrevistas, depoimentos de todos que trabalharam no filme, e etc.

Tenho a mesma sensação que Johnny tem ao não assistir seus filmes.

Está pronto! Dei o meu melhor. Tudo foi pensado, a homenagem foi feita.

Quem conheceu Hunter, diz que Johnny andava e falava exatamente como ele no filme.
Até a cadeira de Thompson vazia estava lá no set de filmagens com o copo de Shivas, invocando sua presença.
Falar mais o quê desse filme cult?
Mas eu não vejo a hora de assitir, simmm!! Só para babar. Claro!! Imaginem o que estou perdendo!!! Depois de tudo que já sei sobre o filme, só me resta vê-lo na telona, lindo, competente. É a cereja do bolo.

Vejamos então como foi este Deppencontro.
Não vou citar os nomes de quem falou, porque estaria invadindo seus depoimentos no fórum…

Pegamos a sessão das 14h10. Eu, particularmente, quase tive um surto psicótico quando peguei o ingresso. E quando começou o filme entããão, acho que não foi só eu… Só dava pra ouvir gente tendo infartes na sala de cinema.
O Johnny, está fantástico, pra variar. Esse eu vou deixar pra comentar lá no tópico dos filmes
Depois que saímos, ficamos tirando foto com o banner do filme, que era quase na calçada.
Como eu disse, mico, sempre terá, então… hahah!

…depois fomos direto para o cinema e vários cartazes do filme, aai que tentação, mega vontade de levar um pra casa. A sala do cinema era pequena e super aconchegante. Adorei aquele cinema.
Gente, na hora que começou o filme achei que meu coração fosse sair pela boca e ir pulando a até a tela.
O filme é maravilhoso… maravilhosoooo … não tem outra palavra pra descrevê-lo. Que atuação perfeita do Johnny e os outros atores também são ótimos! Ri muito, muito mesmo. Fora o ciuminho que dá em algumas partes… enfim …
Na saída tiramos várias fotos com os cartazes….

Hummmm… Será que o ciuminho que ela se refere é sobre esta cena?

Encontrei a Heleuse no metro Saúde, fomos pra Consolação e lá encontramos a Erica e a Carol. A seguir reconhecemos a carinha linda da Jaquee, com seus pais, e então todas foram chegando: Jeeh, Bree, Gih, Arhyadne, Tammy, e Bea.
Acho que aí os pais da Jaquee viram que éramos normais (hehehe) e a deixaram conosco.

…foi uma correria pra pegar a sessão das 14:10 do Espaço Unibanco. Saímos todas correndo na chuva, e graças a Deus conseguimos. Metade ja havia passado a roleta, e voltamos pra tirar fotos, pois a Bree infelizmente tinha que ir.
Corremos então pra assistir ao filme.
Que filme!! Maravilhoso! Johnny mais lindo do que nunca!
E me emocionou demais a homenagem ao Hunter. As modificações feitas em relação ao livro aconteceram para homenagear o Hunter. Somente aí entendi o que Johnny queria dizer durante a divulgação do filme, sobre esta homenagem. Eles conseguiram colocar claramente o pensamento político e a atitude de jornalista do Hunter! Salve Johnny,salve Bruce!
Como as meninas já contaram, vieram então as fotos junto aos cartazes (o povo não entendeu nada, hahaha),
E depois fomos ao Shopping, lanchamos, tiramos fotos, sorteamos tres filmes que a Vinny cedeu, além de ingressos!
O encontro foi ótimo, e todas estão muito animadas pra DS. Vai ser um encontro histórico

…Estou até agora rindo à toa, feliz da vida…. Mas uma frase resume o que tenho a dizer sobre o Depp Encontro:

“Através do Depp Encontro de ontem me senti ABRAÇADA PELO JOHNNY, e de coração tudo que tenho a dizer é muito obrigada a cada uma que esteve lá, que compartilhou nosso lindinho em TRD e ao Depplovers, por existir.”

Aah que lindo!
Eu sinto uma coisa muito estranha antes e depois dos encontros, principalmente depois quando estou indo pra casa sozinha no ônibus pensando na vida… sei lá, sinto como se ele tivesse participado do encontro. Uma sensação estranha mas muito boa.

Bom… acho que não temos mais anda a dizer.
Daqui a dois meses estaremos nos reunindo num encontro bem maior onde participarão Depplovers vários estados: ES, MG, RJ, SP, SC. PR, RGS.
Será sensacional a estréia de Sombras da Noite ( Dark Shadows) sairemos de lá mordidas por um tal vampiro.

Diário de um Jornalista Bêbado

Hoje estréia no Brasil o filme Diário de um Jornalista Bêbado( (The Rum Diary)

galeria.

Não poderíamos deixar passar em branco este fato aqui no Blog. Muitas pessoas não estão entendendo porque o filme não está estreando nacionalmente, mas sim apenas em alguns cinemas de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia.
Inacreditável deixar regiões inteiras de fora, como o Sul, Centro-Oeste, Norte e Nordeste.
A explicação está em que os responsáveis pela divulgação do filme parece não ter noção da importância e significado de Hunter Thompsom!

Pois se Johnny esteve na Inglaterra divulgando na Oxford, através de debates, e nos Estados Unidos, em várias faculdades, aqui e em todos os lugares, deveriam ter seguido o mesmo projeto, mobilizando universitários e jornalistas. Porque não é um filme comercial.

Se o povo só privilegia filmes populares de terror, ação e comédias, é porque a propaganda os leva a isso.
Mostrem-lhes o melhor, expliquem o porquê das coisas, que com certeza o público é suficientemente inteligente para entender. Isto ocorre também na música.
Então o filme com certeza terá uma péssima bilheteria, não por ser um filme ruim, mas por não ser entendido e não ter sido distribuído a todos os públicos.

Johnny Depp disse que gostaria de promover “The Rum Diary”, com um tour de ônibus pelas faculdades.

“É um pequeno filme especial”, diz Depp, “The Rum Diary” é aquele que me parece que deve ser promovido muito diferentemente da maioria dos filmes.
Claro, há as coletivas de imprensa (press junkets), as estreias e tudo mais. Mas Hunter costumava fazer palestras em faculdades e coisas assim.
Eu sinto que eu quero Bruce e eu entrando em um ônibus e dirigindo até três, quatro faculdades diferentes, e ir conversar com as pessoas”.

Para quem quiser conhecer um pouco mais dos motivos que levaram Johnny a fazer este filme, leia este meu post de alguns meses atrás, na época da estréia nos E.U.A.
E bom filme!

Pérolas das premières de TRD

Falei no post anterior que temos muito a explorar com todo o material da divulgação de TRD.
Pois aqui está mais um.
Agora ele deu para beijar as mãos!!! Quem aguenta isso?
Não tem mais nada para inventar, Mr Depp? Vivemos com o coração na mão com essas cenas.
Antes mesmo de ele ir à Londres e beijar as mãos da querida Audrey, ele aprontou mais essa:

(Clique nas fotos)

Isto ocorreu na faculdade do Texas, Austin no dia 24/10, no evento de perguntas e respostas divulgando The Rum Diary, juntamente como diretor Bruce Robinson.Read More

A Lady e o Gentleman

Nos últimos 30 dias acompanhamos toda a divulgação de The Rum Diary. Johnny nas premières, sessões de fotos, entrevistas, press conference.
Visitas às Universidades fazendo Q&A, inovando e dando um show de simpatia, descontração.
Sem contar com os shows “surpresas” com suas guitarras.

Ele nos surpreende a cada dia, sem limites. Chovem imagens, vídeos, entrevistas, trabalhos, filmes, fãs, por todos os lados.
Sabemos que nos próximos meses ele vai sumir do mapa.
Esconder-se em seus exílios. Descansar e curtir a familia.
Mas, ele nos deixa um vasto material para trabalhar neste período. A divulgação de The Rum Diary nos rendeu um estoque que está armazenado na galeria de fotos, fórum e o site.
Teremos tempo para degustar tudo isto. E sabemos muito bem como fazer.
No dia 3 de novembro, estávamos assistindo mais uma première, a de Londres.
Quando menos esperávamos acontece isto:


(Amplie)

Quem não ficou de boca aberta? Quem não se emocionou? Quem não pensou “Que mulher abençoada?” Quem não pensou: Eu tenho tempo…
Read More

Foto da Semana

Ahh!! Não poderia ser outra!!!!!
Com a divulgação do trailer de The Rum Diary esta semana conhecemos melhor Paul Kemp!


Respire fundo e clique na foto.
Como diz uma amiga minha…”É de se enfiar embaixo da cama e chorar!” RSRSRSR

The Rum Diary – Hunter S. Thompson

The Rum Diary foi filmado em Porto Rico em 2009. Mas diante de tantos outros trabalhos, ele ficou esperando para ser lançado. Johnny queria apresentá-lo num momento que possa destacá-lo, sem a euforia de Piratas do Caribe por perto e outras grandes produções.

Como sabemos, ele não é o tipo que faz o trabalho atrás dos lucros. Mas daquilo que possa dar tudo de sí, o seu melhor, e que tenha um sentido, um bom motivo, uma arte. O trabalho está pronto. Então isto basta.

Eu li o livro adorei a leitura. Na versão brasileira o livro chama-se ” Rum: Diário de um Jornalista Bêbado”.


(Clique nas fotos)

Johnny Depp: The Rum Diary era um sonho. Foi algo que Hunter S Thompson e eu conversamos em 1997 e o fato de realmente ter se tornado realidade, da forma que foi feita, com o perfeito diretor Bruce Robinson e um ótimo elenco…incrível. Read More

The Rum Diary

The Rum Diary (Diário do Rum) é mais uma adaptação para o cinema do romance de mesmo nome escrito por ninguém menos que Hunter Thompson, jornalista Gonzo e amigo particular de Johnny Depp.
Ainda sem data de estreia e, segundo o próprio imdb do filme “em processo de pós-produção”, o filme já aguça a curiosidade de fãs do Jornalismo Gonzo, Hunter Thompson, e claro, Johnny Depp.
Para quem não sabe, essa é a segunda adaptação dos livros de Hunter para o cinema em que Johnny participa, a primeira foi em Medo e Delírio em Las Vegas de 1998 no qual dividiu a trama com Benicio del Toro.
O romance é um tanto apimentado, alucinado e engraçado!
O Depplovers Blog deixa você também com a curiosidade aguçada apresentando a sinopse do livro abaixo.

“Paul Kemp é um jornalista itinerante, que cansa de Nova Iorque e da América, sob a administração de Eisenhower e viaja para Porto Rico para escrever para o San Juan Star. Kemp começa o hábito de beber cachaça e fica obcecado com a mulher Chenault que está noiva de um colega jornalista. Entre esse e outros acontecimentos, as aventuras de Kemp entram e saem de grandes tormentas… Alucinadas e divertidas!”

Mais infos e fotos sobre o filme aqui . (Precisa estar cadastrado para escrever nos tópicos)