Ryan Adams fala sobre Johnny Depp, como o conheceu e parcerias na música

Ryam Adams postou um relato sobre Johnny Depp em seu Instagram, no dia do eclipse total (21/08) puxando o gancho para “No Shadow”, a música que Johnny compôs, tocou e fez vocal em seu álbum.
English original text >>> Instagram – @misterryanadams

“O eclipse me fez pensar na música que escrevi com Johnny.
Eu conheci Johnny Depp do nada em uma tarde, depois de ver um vídeo dele tocando guitarra. Fiquei abismado.
Sabia que ele deveria ser a pessoa no solo de “Kim” (e de fato tem uma versão de “Gimme Something Good” onde ele faz esse solo incrível).
Ele tem um estilo profundo de tocar guitarra. Como se todos os álbuns clássicos de rock se encontrassem de uma só vez em um engarrafamento. Ele toca guitarra da mesma forma que pinta. De maneira selvagem, com cores para todos os lados onde você se quer imaginaria pertencer.
Enfim, ele me ligou de volta e nos encontramos naquele dia e logo de cara eu senti como se estivesse com um parente perdido ha anos.
Um cara doce, engraçado, esquisito, nerd por livros e álbuns.
Era pra nós trabalharmos no solo de “Kim”, mas a primeira coisa que fizemos foi escrever essa música, “No Shadow”. Ele era muito próximo de Marlon Brando e coincidiu de eu ser obcecado com a atuação dele, especialmente o acervo mais antigo dele na Broadway.
Eu comprei uma foto de rosto antiga dele (Brando) que mantenho moldurada em minha parede desde que morava na cidade de Nova York.
Foi a primeira coisa que eu comprei no mercado de pulgas (Chelsea Flea Markets) que costumava ficar em uma garagem na 26ª (N/T: rua ou avenida).
Ainda a tenho comigo nos dias de hoje e foi a primeira coisa que vi quando acordei e compus “Love is hell”, e a primeira coisa que vi hoje (além das fotos de Carole Lombard, mas isso já é outra história).
Então nos sentamos próximo a minha máquina de escrever e sem saber nada dele ou sobre ele, nós escrevemos isso.
Liguei para @marshallvore para vir tocar bateria e @charliestavish se juntou ao som.
Essa foi a primeira vez que tocamos recém saído da máquina de escrever e é ele de verdade cantando comigo no final da canção. A voz dele é muito linda.
Aquela música caiu de forma certeira em nossos braços. Que lembrança!
O “Órgão de tubos Estes”, (N/T: instrumento antigo da década de 1800) tocado no final da música é um que eu tenho na “Avenida A com a rua 10″, onde eu aprendi a tocar piano.
Arrepiante e como um velho navio em meio ao nevoeiro… É uma das minhas canções favoritas já gravadas. Não existe nada melhor do que sentar e compor músicas com Johnny e não deu pra evitar pensar sobre isso nesse dia mágico. Vá ouvir se quiser. Está no iTunes.
Um feliz eclipse para todos e um salve aos bons amigos e momentos mágicos, fazendo coisas boas só por fazer.”
Tradução: Jay/DeppLovers

Johnny Depp e Ryan Adams em Londres

A música pode ser ouvida neste nosso fanvideo de 2015. É emocionante, a letra, o som da guitarra do Johnny e sua voz no final junto com a do Ryan.

— LETRA ORIGINAL — E Tradução Portugues: Read More