Johnny e seu amor por “Withnail and I”

Repostando essa resenha oportunamente hoje que foi anunciado que Johnny irá apresentar sua escolha pessoal de filmes, exibidos durante a noite na quinta-feira 22 de junho de 2017 onde ele é o convidado de honra no drive-in cinema, Cineramageddon. Ele irá discutir suas seleções com o curador de Cineramageddon, Julien Temple. Cada uma das escolhas de Depp tem um significado especial para o ator:

THE LIBERTINE: “Este é um daqueles filmes que se perderam no shuffle. É um filme em que muita gente trabalhou muito, e que eu estou muito orgulhoso “.

WITHNAIL & I: “Nenhum filme já me fez rir tanto, ou me encheu de tanta alegria … e medo! Para mim, este é um cinema perfeito. Gênio.”

DEAD MAN: “O poema visual épico de Jim Jarmuch. É diferente de qualquer outra coisa. Um filme que significa muitas coisas diferentes para muitas pessoas diferentes”

Dito isto, vamos relembrar aqui o post que a Rosa Maria fez um ano atrás sobre “Withnail and I”:

Todas as pessoas que gostam de cinema têm seus filmes favoritos, é normal. Muitas sabem de cor as falas desses filmes, é normal. Mas e quando você consegue ganhar o roteiro original do seu filme favorito? E quando você consegue que o diretor do seu filme favorito venha dirigir o filme que você prometeu ao seu amigo que faria? E por acaso esse amigo fosse Hunter S.Thompson?

Só uma pessoa no mundo! Johnny Depp!

Sim, o filme “Withnail and I” (no Brasil recebeu o título de “Os desajustados”) é um dos filmes prediletos de Johnny. Naquela já histórica Coleção Essencial que ele elencou para a EW em 2009, ele repetia uma das frases do filme, dizendo:

Vamos lá rapazes, vamos chegar em casa, o céu está começando a escurecer e seremos forçados a acampar! Eu tenho um bastardo por trás dos olhos. Posso continuar? Nenhum outro filme tem suas falas tão citadas ou tem inspirado tanta fidelidade na cultura Cult. Provavelmente o mais engraçado que eu já vi! Bruce Robinson. Aqui está outro gênio. Literalmente um dos meus três filmes favoritos de todos os tempos.

withnail-and-i-poster

A história do filme se passa em Londres, 1969, com dois atores desempregados e desesperados, Withnail e Marwood (na verdade, ficamos sabendo que ele se chama Marwood nos créditos, pois ele é apenas “I”, durante todo o filme), passando fome, entre úmidas e frias pilhas de louça suja, num apartamento imundo, com traficantes loucos e irlandeses psicóticos. Eles então decidem deixar seu esquálido apartamento no Camden e passar umas férias idílicas na zona rural, no chalé do tio de Withnail, Monty. Mas quando chegam lá, chove sem parar, não há comida, e suas habilidades básicas de sobrevivência se mostram insuficientes. E tudo piora com a chegada do tio Monty, homossexual, e que se mostra interessado em Marwood, para seu desespero.

CLIQUE AQUI! Para continuar lendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

«
»