Blog  ·  DL Site  ·  Fãs

Rosa Maria

Ela foi muito feliz aqui. Ela amou muito isso aqui. E ela amou muito o Johnny “aqui”.
Esta semana  foi dificil. A partida da Rosa nos afetou demasiadamente. Estive revendo  alguns momentos protagonizados por ela  em sua passagem de 08 anos pelo DeppLovers.
Uma coisa  podemos ter certeza,  ela viveu intensamente os últimos anos de sua vida conosco.
Segue abaixo alguns momentos que ela nos proporcionou de muita emoção,  me fazendo chorar por dias a fio,  quando  entregou nossos presentes ao Johnny, e outros.
Quando assistiu um show dele em 2012 (no tempo que não  existia Instagram e Whats App e ela  então ela  me ligou, chegou pertinho do Johnny no palco, esticou o braço com o celular e  eu o ouvi fazendo um solo.
Depois  mandou a mensagem “ouviu”?
Eram 03 horas da manhã e eu  desabei a chorar. Naquele tempo  Johnny não vivia nos palcos como agora. Aquilo foi um feito inédito!


E lá estava ele, em carne, osso, chapéu, colete, botas, tatuagens, anéis, cabelos, um ar tímido, a guitarra azul, tuuuuudo, na minha frente. Oh meu Deus!! Ali, a distância de um braço e meio no máximo!! Lembro-me que ainda digitei: ele está na minha frente!!! E então foi um tal de tirar fotos (que ficaram péssimas em sua maioria) e olhar, olhar, olhar, sem piscar, sem perder nada, nada.
-Rosa Maria

Como ele é lindo ao vivo e a cores. Pele perfeita, cabelos lindos, barba, olhos, mãos, veias, braços, pés que não param ,sorriso lindo. Gente, era possível admirar tudo. Eu ainda não acredito que tive esse privilégio.
– Rosa Maria

“Pronto, podia ter morrido naquela hora! Iria direto pro céu, feliz da vida. Que mão quente, molhada de suor! Foi demais pra todas nós.” – Rosa Maria

Aqui na premiere de Dark Shadows, entregando meus bonecos e outros presentes a ele:

E ele foi chegando, assinando, falando com todos, impassível, sorrindo. De repente, estava na minha frente! Lindo como imaginamos! Cabelos de seda caindo sobre o rosto, os olhos escuros, penetrantes através dos óculos, olhando diretamente dentro dos meus olhos, sorrindo! Eu segurava o presente com a mão direita, e duas fotos com a esquerda.
Estendi o pacote e disse: Um presente do Brasil pra você!
Ele riu e disse, Oh!Thank you! Enquanto ele pegava o pacote, apontei os rostinhos dos três bonecos que estavam a frente, um a um, dizendo “seus voodos”, e ele disse, Oh! Beautiful! Thank you!
-Rosa Maria

Momento que ela entrega o presente

Enquanto ele agradecia, passou o pacote para o Jerry e encostou sua mão esquerda na minha mão direita!! Naquele momento, não havia barulho, ninguém empurrava, não havia ninguém, apenas ele! Era como se o mundo houvesse parado! Ouvia perfeitamente sua voz, baixa, porém forte, firme. Seu olhar tem o poder de nos fazer sentir como se fôssemos a única pessoa no mundo naquele momento! A voz de Jerry me trouxe de volta à terra, ao dizer, você quer os autógrafos? (eu me esquecera completamente das fotos). Sim! Claro!! Então ele autografou as fotos, com o maior capricho, sorriu, e se foi!!
-Rosa Maria

Em todas as suas viagens sempre junto com a Adriana, ela fotografava tudo, relatava cada suspiro,  deixava a gente se sentir lá,  junto.

Médica pediatra , já quase se aposentando, ela  não entendia nada de redes sociais, nem de  sites e foruns. Tinha medo e até um certo preconceito de “se meter” nisso.  Mas criou coragem e entrou. Perguntou-me  “não tem brigas lá?”  Eu disse não, pode  entrar porque somos como uma sala de visitas que a gente entra conversa,  tomamos nosso café e dividimos o que sabemos sobre Johnny.
Claro que houve brigas, bem mais tarde, mas aí ela já estava completamente “dentro”.

Então ela se aposentou e fui ensinando  a colocar links, postar fotos, videos. Às vezes sua memória falhava, perdi a conta de quantas vezes  ela perguntou  “como se  posta video no forum mesmo?”


Algumas vindas a Florianopolis e no Rock In Rio

Padronizada  pela longa carreira na medicina, ela  era técnica. Tudo que se dizia ela seguia à risca.  Não tinha exceção. Médico tem que ser exato. Se a gente citava um tamanho ideal  de foto para postar ou de video, ou padrão de  postagem,  ela  se matava pra fazer  daquele jeito, mesmo que dependendo do caso tinha que ir o que tínhamos. E então, depois de muito tentar, vinha pedir socorro. “não consegui, como faço?”
Amante  das  artes, da literatura,  do cinema,  da boa música, ela se enfiava em tudo. Nós  pesquisávamos.  E quanto mais ela descobria  que Johnny estava  envolvido em tudo isso, mais ela ia atrás. Comprava todos os livros que ele leu.  As vezes mandava buscar  no exterior.

Alguns anos depois a coloquei como moderadora do forum. Ela não gostava muito das redes sociais e se irritava com o fato de as pessoas não gostarem de ler textos maiores, assim como eu. Aquela superficialidade,  e linguajar chulo nos deixava frustradas, porque  a gente  escrevia, escrevia,  e ninguem lia. Mas  nós combinávamos. : Tudo bem, o forum serve então de arquivo. Assim nós temos a vida do Johnny lá dentro, e quando quisermos uma informação para  postar lá fora, é só buscar no forum.
O forum era a vida dela. Enquanto eu  cuidava  do resto do site,  e redes, ela  alimentava o forum.
Quando tinha algum evento ela postava tudo, até os caras estendendo o tapete vermelho e arrumando as cadeiras. Serviço completo. Eu dizia “não precisa isso” Mas ela achava que tudo era importante.

Ela adorava presentear as amigas. 
Em toda a minha vida eu nunca recebi tanta correspondência  e pacotes pelo correio como no tempo que  fomos amigas.  Se saia revista nova  com Johnny na capa, ela comprava  pra mim tambem.  Camisetas,  trocamos cartinhas datilografadas (porque Johnny também datilografa),  ahhh muita coisa. Eu ficava com vergonha, por não retribuir à altura e ela  sabendo disso,  mandava   na mensagem com um “desculpa, sei que você fica constrangida,  mas eu tinha que te enviar isso”

Em 2015 perdemos o site e o forum, e foi uma luta para recuperar. Coincidiu com o grande avanço das redes sociais e com o divorcio do Johnny. Tudo mudou, foi, e ainda é, uma fase terrivel. Sofremos muito.
Conseguimos recuperar tudo, mas nosso grupo se dispersou e ficamos praticamente apenas nós duas.
Ela  não me deixou desistir. 
Tínhamos uma janela no msg que  funcionava todos dias. Alí combinávamos os post, falávamos  da vida, dos filhos, das  nossas doenças,  das nossas alegrias,  do Johnny. Comentávamos até os botões da camisa dele, algum rasgo na camisa, uma marquinha na pele.

Muitas vezes  eu pensei em desistir e fechar o DL, por causa da equipe que se foi, e por causa de minha saúde. Ela também não podia mais prosseguir, mas a gente nunca  desistiu. Era como se  abandonássemos o Johnny. Não podíamos fazer isso.

Felizmente a Irislene entrou na equipe, e hoje temos mais pessoas, e  nós a treinamos e ela  vestiu a camisa. Ufa!

Em dez de 2016 ela veio a Floripa, passou uma semana aqui. Nós demos uma volta na ilha navegando com nosso grande amigo cap. Jack (Douglas May).
Assistimos filmes, shows, e neste época ela me avisou sobre a doença.

 E ali começou sua saga. Nós duas ficamos doentes, eu adquiri uma doença autoimune, ela com cancer e  problemas cardíacos e  Johnny , vocês sabem…
Nós 03  sofrendo. Passamos esses 03 anos,  dividindo as dores. Ninguém poderia saber.  Ela não  queria contar pra ninguém. ” Não conte para as meninas, não  vamos preocupá-las”  Ela também não gostava das frases prontas de consolo e otimismo. Para o doente, isso só complica, pois  ninguem sabe o que se passa. E perguntar “Como está?” É forçar a pessoa a repetir  dezenas de vezes por dia: hoje doeu aqui, hoje eu  vomitei, hoje  estou mais animada,  Ou hoje tenho exames para fazer”
Eu conversava com ela normalmente, objetivamente e ela relatava tudo espontaneamente.  As vezes ela sumia  por dois dias,  ou mais e eu não chamava.  Respeitava. Quando podia ela viajava.
Foram varias cirurgias,  vários procedimentos. Mas sempre postando, comentando, atendendo as pessoas. Ninguem percebia. Muitas vezes postamos chorando.  Por ela, por mim, pelo Johnny.




Em setembro do ano passado  fui a SP. Comemorar os 15 anos do DeppLovers,  Mas isso foi  um adicional, porque eu queria mesmo era me despedir dela.
Este foi o ultimo passeio dela antes de internar. Ela foi  no encontro com dificuldade, já de turbante.  Amou rever as meninas. Depois fui para a casa dela e passei mais dois dias lá. Assistimos o show completo  dos Hollywood Vampires  na França pelo You Tube na TV na sala.  Comentávamos cada solo, cada apresentação,  cada acorde dele, do Joe Perry, dos outros meninos.  
Revi  a coleção dela,   que é enorme,  muitas coisas, livros, discos,  objetos que ela trouxe de suas viagens no exterior meus bonecos,  ela tem todos.

Em outubro de 2018 aquela janela do Messenger  se fechou.  Ela se internou e não voltou mais.
E eu fiquei sozinha. 

Durante esses 8 meses internada,  enviamos  algumas  imagens e noticias do Johnny  para ela   se distrair.  E quando ele me enviou aquela foto autografada ela mandou um áudio, falando com dificuldade, mas muito feliz.  Ela  foi embora, mas garanto que realizada.
Agradeço muito à irmã dela, a Bete, e o filho Ismael, que  durante todo esse tempo nos mantiveram informadas e entregavam  as imagens e recados.  Todos foram guerreiros.
Hora de descansar.
Muitas de nós temos historias com ela. Ela foi importante para cada Depplover.  Agora nós temos  um anjo da guarda  no céu. O DL tem uma  protetora , e o Johnny tem ela e o Jerry cuidando dele. Tenham certeza disso.

– Salete

5 thoughts on “Rosa Maria

  1. Heleusiane disse:

    Maravilhoso seu relaro sobre a Rosa!!! Impossível não ficar emocionada ao ler e reler tais palavras. Ela realmente foi muito feliz aqui e realizou muiyos de seus sonhos!!!!
    Dificil vai ser contknuar sem ela, assim como para Johnny deve estar sendo dificil sem o Jerry. É tudo tão estranho!!! Tão vazio!!!
    Mas, como ela mesma diria…. vida que segue, por mais difícil que seja.
    Rosa sempre estará aqui, no DL e dentro dos nossos corações!!! Que Deus nos dê forças pra seguir adiante, pelo Johnny e agora, mais do que nunca, pela nossa querida Rosa Maria!!!!!

  2. Adriana disse:

    A gente fica triste, claro. Mas relatos assim nos enchem de emoção e por mais estranho que seja de alegria, pois a Rosa era alegria, era o amor que nos une . Ela sempre estará conosco.
    Obrigada, Sa por este relato lindo, positivo e tão verdadeiro.

  3. Ro disse:

    Haja coração. Uma pessoa como a Rosa, uma história linda de vida, uma história linda de dedicação. A emoção da amizade, a emoção da perda. Junta-se tudo isso à tua sensibilidade e à tua maneira de falar com a verdade do coração…Só podia dar nisso, Sá. Obrigada por nos representar sempre, obrigada por nos representar no blog. Porque vem de ti (e além de ti e vem até nós) todo o sentimento de alegrias e tristezas compartilhadas com a Rosa. Obrigada por trazer as lembranças tão lindas com as quais vibramos tanto. Mesmo à distância. A Rosa mereceu o olhar do Johnny, o toque do Johnny. A Rosa teve muito tempo para viver a vida que ela quis viver. Ela, com certeza, agradecia ao DL. E o DL não seria o mesmo se ela não tivesse passado por aqui. Ondas de arrepios enquanto leio teu texto. Ora de alegria, ora de tristeza. Obrigada.

  4. Valéria disse:

    Que relato maravilhoso! Tanto amor envolvido! Não tenho dúvidas que ela se tornou uma protetora do Johnny e do DL. E a jornada deve continuar, por ela, pelo Johnny e por todos os milhões de fãs que vibram para o bem dessa lenda viva Johnny Depp. Lindo trabalho, linda homenagem, Salete. E gratidão por compartilhar uma história de tanto amor. 🙏

  5. Jeeh disse:

    Lindas palavras Sa! Assim como todo DL, a Rosa tem uma participação especial na minha vida. Todas as vezes que nos encontrávamos era de um carinho enorme comigo, Beto e Laura. Uma pessoa inteligentíssima. Mulher brilhante. Merecedora de todas realizações que teve. E nós somos gratas por todos compartilhamentos que ela fez conosco durante esses momentos.
    Sou também grata à você Salete. Não foi fácil esse período todo, eu imagino. Mas agora iremos guardar tudo com carinho no coração, e no nosso “arquivo” do DeppLovers.
    Gratidão pela existência da Rosa 🌹.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

«
»